Cientistas se preparam para explorar vulcão submarino em busca de vida

CIENTISTAS SE PREPARAM PARA EXPLORAR VULCÃO SUBMARINO EM BUSCA DE VIDA

 

"Cientistas se preparam para mergulhar centenas de metros abaixo da superfície do Pacífico Sul em busca de novas formas de vida pulsando no coração dos vulcões submarinos.

Uma equipe japonesa-neozelandesa usará o submarino de pesquisas japonês Shinkai 6500, que atinge recordes mundiais de profundidades, para chegar ao vulcão Brothers, situado 1.850 metros debaixo d'água no nordeste da Nova Zelândia.

"Nós realmente não sabemos o que vamos encontrar; novas espécies, talvez, e até mesmo novos animais", disse o geólogo marinho Cornel de Ronde, do Instituto de Ciências Geológicas e Nucleares da Nova Zelândia (IGNS, sigla em inglês).

O IGNS, junto com o Centro de Tecnologia e Ciência Marinha do Japão, enviará em caráter conjunto o submersível Shinkai 6500, em outubro, para o Brothers e um outro vulcão.

O vulcão Brothers, batizado por causa do falecido geólogo Nick Brothers, da Universidade de Auckland, fica no Arco Kermadec e a área é salpicada de vulcões conhecidos como "black smokers" (chaminés negras), que emitem vapores ricos em minerais e alimentam um ecossistema fascinante.

O Shinkai 6500 viajará até a cratera do vulcão de 700 metros, que libera líquidos incandescentes com traços de ouro, manganês, ferro, zinco e cobre.

"A única luz será a do submersível e tudo o que vamos poder ver será o que estiver bem à nossa frente", disse de Ronde. Veremos minerais e material biológico em um contexto que não poderíamos ver de outra forma", afirmou.

De Ronde comparou o projeto à missão norte-americana Rover a Marte. "Nós não sabemos muito sobre o leito do mar e poderemos encontrar tanto quanto a Mars Rover vai encontrar", continuou.

Com capacidade para levar três pessoas a profundidades abissais por um período de nove horas, o SHinkai 6500 deverá fazer seis mergulhos para explorar os dois vulcões submarinos ativos hidrotermais.

Nos últimos anos, câmeras ligadas a barcos na superfície revelaram uma impressionante explosão de vida nas condições hostis próximas às aberturas hidrotermais no leito marítimo."

 

Não deixa de ser interessante a comparação da missão do Shinkai com a da Rover em Marte, ambas à procura de vida em condições hostís.

Acontece que "Vida provém de Vida", e em nosso planeta a vida foi criada, com enorme diversidade, mas Marte continua "sem forma e vazio", estéril e sem vida!

O texto inicial de Gênesis esclarece que nosso planeta foi modelado para abrigar a vida, e nisso difere de todos os outros corpos do Sistema Solar.

Isaías 45:18 – "Porque assim diz o Senhor, que criou os céus, o Deus que formou a terra, que a fez e a estabeleceu; que não a criou para ser um caos, mas apra ser habitada: Eu sou o Senhor, e não há outro".


IGNS (03/04/2004)   [16]
Você está aqui: Home Notícias Cientistas se preparam para explorar vulcão submarino em busca de vida