Descoberto fóssil de ave gigante que viveu há 35 milhões de anos

DESCOBERTO FÓSSIL DE AVE GIGANTE QUE VIVEU HÁ 35 MILHÕES DE ANOS

 

A notícia com o título acima foi também divulgada pelo Jornal da Ciência, em sua edição eletrônica nº 4686 de 18 de março de 2013, e é transcrita a seguir pelo interesse que certamente despertará em nossos leitores sobre essa descoberta feita em 6 de março de 2013 por pesquisadores peruanos. Evidentemente, não endossamos a suposta idade atribuída a este fóssil, pelas razões constantes de numerosos artigos publicados em números anteriores de nossa Revista Criacionista.

 

 

Paleontólogos peruanos descobriram na região de Ica (sul) os restos fossilizados de uma ave de grandes proporções, com vestígios de pele, com 35 milhões de anos, disse à AFP um dos especialistas.

 

 

 

 

"Encontramos os restos fósseis de uma ave gigante de 25 milhões de anos no deserto de Ica", disse à AFP Klaus Hönninger, que chefiou uma expedição que chegou até o local da descoberta.

Hönninger afirmou que os restos da ave de 1,8 metros de altura podiam pertencer a um pelicano gigante que viveu durante o Período do Oligoceno, que começou há 40 milhões de anos e terminou há 23 milhões de anos.

"O fóssil conserva claramente os restos de pele, é uma descoberta sensacional porque não se tem documentação alguma de algo similar em nenhuma parte do mundo", informou o estudioso.

A descoberta foi feita em 6 de março no deserto costeiro do Departamento (Estado) de Ica, local onde se situa um cemitério de baleias, tubarões e pinguins fossilizados.

O Museu Meyer Hönniger reúne paleontólogos peruanos e estrangeiros que conseguiram documentar no deserto de Ica fósseis de baleias, golfinhos, tubarões de grandes proporções e outros vestígios de vida marinha.

 

 

Palestrantes da SCB no XIV Seminário “A Filosofia das Origens” realizado na Universidad Peruana Unión, em abril de 2013, participaram de uma excursão paleontológica na região desértica localizada na cidade de Ica, onde se encontra o impressionante cemitério de fósseis mencionado no artigo. A excursão foi organizada e dirigida pelo Prof. Orlando Poma, Diretor do Centro de Pesquisas em Geociências daquela Universidade, especializado no estudo das baleias fósseis que se encontram na “Formação Pisco” que se encontra naquela região desértica. Veja mais detalhes na notícia sobre o XIV Seminário Filosofia das Origens.

 

JC de 18 de março de 2013

Você está aqui: Home Notícias Descoberto fóssil de ave gigante que viveu há 35 milhões de anos